Arneiro 1969 é uma marca com história que atravessa três gerações.

Reinaldo Arneiro, nascido em 1925 em Cantanhede, foi o fundador da Ourivesaria Arneiro. Aos 19 anos pegou na sua bicicleta, na mala verde e em 200gr de ouro que seu pai lhe tinha dado para iniciar a sua atividade e partiu rumo a uma vida diferente.

Passou por muitas localidades, tornando-se célebre na venda ambulante porta-a-porta, em mercados, praças e feiras tradicionais.

A visão de Reinaldo Arneiro fê-lo criar a Ourivesaria Arneiro há 50 anos, bem no coração da Vila de Sintra e no seu ambiente sublime em plena paisagem cultural.

Assegurando para si e para os que o seguiram que esta empresa se fixaria não só no coração e no imaginário de todos os Sintrenses, mas também nos de todos aqueles que visitam este centro histórico.

A confiança e a honra marcaram sempre a diferença. Estes valores estiveram sempre na base de tudo o que construiu. Assim, foram partilhados com as gerações mais novas que hoje estão à frente do negócio, honrando o seu legado com toda a visão, dedicação e carinho que Reinaldo Arneiro sempre teve.

Joaquim Simplício, seu genro, foi durante décadas o principal elemento de apoio na modernização e na diversificação da gama de produtos. É a ele que se devem os primeiros passos da modernização da Arneiro 1969. É toda essa vontade de ser bem sucedido que o mantém no espaço há cerca de 40 anos. Uma das suas principais preocupações foi manter o equilíbrio entre a tradição e as necessárias adaptações aos mercados, mantendo o interesse do público, conseguindo fidelizá-lo.

Fruto deste processo de modernização surge a energia associada à terceira geração – Pedro Arneiro e Mafalda Arneiro – dois primos, que juntos continuam a trabalhar sempre nesta lógica de tradição e cooperação familiar. Os conceitos “Família” e “Tradição” são a base essencial deste negócio, nunca perdendo a ligação aos novos tempos, que exigem uma constante renovação de práticas de comunicação e de interação com diferentes públicos.

Assim, o desafio atual passa por dar relevo ao tradicional e artesanal numa linguagem adequada à atualidade, com uma forte vertente emocional. Inovar mantendo a tradição é um dos motes pelos quais se guia esta marca. Esta necessidade de actualização e reposicionamento implicou a criação do novo conceito de comunicação da Arneiro 1969 – Feel the Tradition – nascendo assim a assinatura que encerra os valores desta família e desta marca.

Neste contexto, a Arneiro 1969 especializou-se na comercialização de Filigrana – a mais bela herança da ourivesaria tradicional portuguesa – conciliando esta área com a oferta de uma seleção de grandes marcas de Joalharia e Prataria artesanal, valorizando a excelência do que se faz em Portugal, de uma maneira mais transversal.

O espaço Arneiro 1969 é uma montra de sonhos, de experiências únicas, conciliando artigos que marcam a tradição com peças de design contemporâneo. Visitar a Arneiro 1969 é acima de tudo experienciar a cultura, os rituais e a tradição familiar de um espaço edificado na nobreza dos principais valores que contribuem diariamente para esta história de sucesso : confiança, honestidade, personalização e exclusividade.