Coleção Minhota em Prata
COLEÇÃO MINHOTA

As actuais contas de Viana, ocas, de forma esférica e filigranada, são descendentes directas das gregas, fenícias, romanas e etruscas, sendo estas últimas as que mais se assemelham às nossas. A granulação (nas etruscas) e a filigrana envolvente, não passam dum mero adorno, pois o que sempre prevaleceu foi a sua forma esférica e arredondada.

Na cultura Portuguesa existia o costume de a Madrinha oferecer uma conta Minhota à sua afilhada todos os anos, pelo seu aniversário, até esta completar os 18 anos, ficando esta com um colar de contas de elevado valor não só material, mas principalmente emocional, ao chegar à idade adulta.

É desta história de ligações históricas que nasce a coleção Minhota. Tendo por base os laços familiares e emocionais da tradição das contas minhotas, a Arneiro 1969 vai mais longe e cria novas formas de utilização da conta Minhota. Atribui a cada uma delas, um laço familiar e emocional. Traz para os nossos dias todo o amor que estas peças representam. Reforça as ligações entre diferentes gerações.

MADRINHA

“Mãe de coração conta a conta te vai dar,

algo especial que um dia vai ser colar!”

MÃE

” O teu colar vou querer levar

para dar-me sorte em qualquer lugar,

Sentindo o teu amor incondicional

que me torna tão especial.”

AVÓ

” A tua pulseira marcou a minha infância,

tirei de ti toda a minha elegância.

És a mãe que ama por dois

com confiança no que virá depois!”

FILHA

” É um amor eterno de infinita dimensão,

a tua presença é contínua lado a lado por paixão. “

AFILHADA

” Ao altar vou levar

os brincos que me vais dar,

como filha de coração

vou sentir sempre a tua proteção. “

 IRMÃ

” O meu braço direito que me ouve sem julgar,

está pronta para mudanças sem medo de arriscar.”

NETA

 ” De diferentes gerações passa a experiência do amar,

são os laços mais sólidos que para sempre vai ficar. “

AMIGA

” A confidente com quem posso contar,

mesmo não estando juntas estamos sempre no mesmo lugar. “

DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO

Sentes Isso?